Mapeamento de Stakeholders

Mapeamento de Stakeholders

22 de abril de 2019 Técnicas Simplificadas 0

Stakeholders é o termo que se utiliza em Marketing para identificar os públicos interessados na sua marca, ou ainda, que afetam ou são afetados por ela de alguma maneira.

Saber quem são esses públicos pode te tirar do mundo passivo em que as pessoas enxergam a sua empresa como querem e te trazer para a mesa de decisões de maneira que você possa influenciar como quer que cada um deles perceba a sua marca.

O Mapeamento de Stakeholders também tem um papel fundamental na estratégia de comunicação, desde o planejamento de marketing digital do micro-empreendedor até a gestão de crises em um desastre ambiental causado por uma grande multinacional.

Há diversas maneiras de se representar o Mapa de Stakeholders. Os mais comuns são por rede (mostrando as ligações entre eles), por proximidade (mostrando o distanciamento da sua empresa) ou em uma matriz (sempre as matrizes tentando nos contar alguma coisa ;-)) de Poder vs. Influência.

A quem se destina

Se a sua empresa se comunica com alguém, isso é para você!
(Ou seja, todas as empresas, sem exceção).

Perguntas respondidas

  • Quem se relaciona com a minha marca?
  • Quem tem maior influência sobre a minha empresa?
  • Sobre quem a minha empresa tem maior poder?
  • Quem são os públicos diretamente ligados à minha marca?
  • Como meus produtos podem afetar indiretamente outros públicos?
  • Como o Governo, por exemplo, afeta a minha empresa?

Ganhos esperados

  • Clareza!
  • Possibilidade de criação de estratégias de comunicação para cada público
  • Feedbacks mais apurados por conta da segmentação dos stakeholders (por exemplo, se quero saber do desempenho do meu produto devo falar com clientes; se quero saber da imagem do produto eu devo falar também com quem não é cliente)
  • Garantir que a comunicação da sua empresa com cada público não seja aleatória… cada um dizendo o que quer, como quer, quando quer pode alimentar o caos

Como usar de maneira descomplicada 😉

  1. Pense em todos os públicos que você têm dentro de casa (sócios, funcionários, ex-funcionários, etc) e escreva-os dentro de um círculo
  2. Em seguida, faça um círculo maior ao redor do anterior e liste todos os stakeholders que têm relação direta e frequente com a sua empresa, por exemplo, clientes, fornecedores, terceiros, governo (sim, você deve pagar impostos), etc.
  3. Depois faça um terceiro círculo ao redor do anterior e amplie um pouco mais: perceba que a sua empresa pode se relacionar com órgãos reguladores, sindicatos, universidades, com a sua cidade, com ONGs, etc.
  4. Agora você consegue enxergar claramente que precisa se comunicar adequadamente com cada um dos públicos. 😉
  5. Se quiser aprofundar um pouco mais, atribua notas de 0 a 10 para cada um deles em 2 quesitos: qual o grau de influência desse stakeholder no seu sucesso e qual o grau de interesse dele no seu sucesso
  6. Com base nas notas aplicadas, construa uma matriz de Influência no Sucesso vs. Interesse no Sucesso, com eixos de 0 a 10. De acordo com o quadrante em que cada stakeholder se posicionar, você perceberá que poderá se comportar de maneiras similares em relação à comunicação (veja a ilustração)

Não há uma forma única e exata de se montar o Mapa de Stakeholders. O que está por trás de tudo isso é a importância de saber que cada público tem um interesse distinto e, portanto, entenderá a sua mensagem de forma diferente.

Para exemplificar, imagine que você precise comunicar demissão de 50% dos seus funcionários para salvar a sua empresa de uma dívida enorme com a qual precisa lidar imediatamente. Os seus credores entenderão essa mensagem como positiva, uma vez que você está fazendo o necessário para arcar com todas as suas obrigações. Já o sindicato verá a entenderá como negativa, já que o seu interessa é proteger o emprego dos funcionários que serão demitidos.

Seja qual for o modelo de Mapa de Stakeholders que você escolher, o importante é ter um plano de comunicação para cada um deles. Nem sempre será possível eliminar a negatividade de uma notícia para determinado público, mas, com o Mapa, você certamente será capaz de perceber que deve se dirigir a tais públicos com o tom certo e, eventualmente, pensar em uma estratégia que minimize o impacto negativo nas vidas das pessoas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *